julho 23, 2005

HOW COOL !


Isto já não é de agora, mas recentemente dei-me conta do modo peculiar com que certas e determinadas campanhas publicitárias resolvem designar os produtos que pretendem vender.

Estou a recordar-me há bué de tempo atrás de algumas designações do tarifário da TMN, como por exemplo, o "Mega-Smile". Depois, aparecia também em cena a Vodafone com a frase "How are you ?".

Temos ainda coisas com o "My-TMN", "My-Vodafone", netcabo "SpeedOn" e mais recentemente o Clix "Free Power", "Optimus Zone", etc, etc, etc.

Ou seja, é preciso recorrer a termos (neste caso) ingleses para que um produto venda melhor? Parece que sim... Pois esta gente não brinca em serviço e deve ter estudado bem a coisa.

O exemplo mais fresquinho que vi foi o IOL Talki... Talki ?!!!! Mas que raio de termo é este? Tal como a célebre água Frize, estes termos são uma nova geração. Uma fusão do inglês com outra coisa qualquer... Ou vindo de alguém que nem sequer sabe escrever inglês ;)

Atenção : Não é que eu seja contra o inglês ou outra língua estrangeira em particular. Eu até adoro a língua inglesa! É a minha língua estrangeira favorita! E até acho positivo esta ser adoptada como língua universal, visto não apresentar grandes complexidades gramaticais, logo, ser de fácil aprendizagem.

Mas não é isto o que está em causa... Por que carga de água é que se há de usar termos estrangeiros e "mistos" para vender algo nacional, quando se poderia usar perfeitamente termos portugueses? Porque fica melhor? Porque parece mais profissional? Porque é mais Cool ?

Algo me está a escapar, tendo em conta o que se passou no nosso país, há precisamente um ano atrás. Sim, falo mais uma vez do Euro 2004. Nesta altura, gritava-se com fervor um "Viva Portugal" tão convincente e nunca antes ouvido. Ou será que afinal, era apenas aparentemente convincente ?

Acho que o Euro 2004 não mudou em nada a nossa fraca auto-estima.

Na minha opinião, uma Língua não é apenas uma forma de comunicação. É algo vivo, que evolui. Uma herança. Uma obra que resulta da evolução cultural de um povo. Única portanto.

E há que ter orgulho nela, na medida que esta merece, sem ter de se cair em exagerados patriotismos, como é o caso célebre de alguns franceses que teimam em não falar noutra língua que não seja a deles.

Nada de extremos e um pouco de consciência e respeito, por favor.

4 Comments:

Anonymous Fábio disse...

Eu dou-te a resposta: para um dar um nome a uma camppanha, usam termos ingleses porke se usassem um termo portugues, iria perder a piada toda, pois as pessoas sabem o ke significa,, aco contrario de um ingles. Para os portugueses, é uma lingua ke mal ouvem falar, ficam na espectativa, e memorizam o slogan!!! ja viste se fosse chamado de "Como estás?" VODAFONE, Como estás?" Parece ridiculo, n parece? e VODAFONE? How are you": se vires bem, manda mais estética, e se pensares bem, a vodafone é uma marca internacional, como tantas outras. A iol talki, também têm a sua graça, pois um portugues, penso ke sabe idetificar facilmente o ke significa talki, e realmente manda uma estética muiot diferente!

12:36  
Blogger Pedro Duarte disse...

Fábio, "VODAFONE, Como estás?" pode parecer-te ridículo a ti (e a muita gente), porque estás habituado ao que tu mesmo dizes... Porque os portugueses não valorizam a sua língua.

Aposto como os ingleses não acham ridículo de todo a frase "VODAFONE, How are you?" e no entanto, está na sua língua. Ridículo para eles seria ouvir a frase em alemão ou francês, penso.

16:39  
Blogger Pure_Water disse...

Parece que se perdeu o gosto pela língua portuguesa. Pessoalmente, hoje em dia falo mt mais inglês do que português (devido a vários factores), mas isso não explica o facto de por tudo e por nada, passarem o português para segundo plano.

Creio que a linguagem de sms e a linguagem de internet ajuda também muito a "destruir" um bcdinho da literatura portuguesas, mas epa podia-se tentar diminuir ao máximo os danos...

Mas também parece que o governo agora quer tirar o Português de disciplina obrigatória no secundário, portanto acho que isso diz tudo...

Abraços e Beijos respectivamente :P

PS: nice blog pedro :D Um abraço

22:21  
Blogger Pedro Duarte disse...

A linguagem SMS e "de Internet" é apenas o reflexo da atitude "cool".

Eu por exemplo, quando faço abreviaturas, uso sempre caracteres da língua portuguesa.

Ou seja, para mim ñ há "k cena" mas sim "q cena".

Ocasionalm/ uso 1 palavra inglesa nos SMS se for mais curta ;)

Volta sempre!

23:27  

Enviar um comentário

<< Home





Para receber um e-mail cada vez que haja novidades neste blog clique no símbolo RSSFWD abaixo e introduza o seu e-mail